Importância da água na Lei do Clima

A Lei de Bases do Clima vem reforçar a importância do uso eficiente da água para atingir as metas de neutralidade carbónica em Portugal. A execução de planos de gestão da água, aumentando a resiliência às alterações climáticas, a monitorização dos grandes consumos de água e a requalificação dos sistemas de tratamento e distribuição de águas residuais para utilização são algumas das medidas refletidas na Lei que influenciam diretamente o setor da água.

A ADENE, alinhada com atual legislação, desenvolve atividades de eficiência hídrica nos edifícios e nexus água-energia e, através do sistema AQUA+, do projeto B-Water Smart, do ECO.AP e de outros projetos em que participa, contribui já para:

  • O aumento da resiliência dos edifícios e das cidades, atenuando efeitos de cheias, secas e outros fenómenos naturais associados às alterações climáticas;
  • A promoção da gestão eficiente da água, através da criação de novas profissões como o Gestor e o Auditor AQUA+ que, para o setor hoteleiro, devem elaborar e executar um plano de gestão da água;A monitorização dos consumos de água, em particular para a Administração Pública, com a inclusão dos consumos de água no Barómetro ECO.AP;
  • E a promoção do aproveitamento de águas cinzentas recicladas e de Águas para Reutilização (ApR).

Para o futuro, a nova Lei reforça a importância de  prosseguir  o caminho que tem sido trilhado pela ADENE na área da eficiência hídrica e a necessidade de intervir noutros setores além do urbano, como os setores da agricultura e industrial.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email