Energia

A energia é um dos pilares do desenvolvimento económico, e por isso garantir o abastecimento energético é fundamental qualquer país.

Uma vez que a procura condiciona a oferta da energia disponível, o modo como consumimos eesa energia é tão importante como a forma que a produzimos.

O uso responsável da energia, ou seja, consumir a energia de forma adequada e de acordo com as nossas reais necessidades e sem desperdícios, permite uma utilização eficiente dos recursos. A isto chama-se Eficiência Energética.

A eficiência energética é a otimização que realizamos no consumo de energia.

Além deste conceito, e com uma perspetiva de garantir a autonomia e segurança de abastecimento há que considerar a diversificação do mix energético, ou seja, as diversas fontes de energia.

Neste capítulo, as Energias Renováveis assumem um papel fundamental na medida em que a existência de infraestruturas adaptadas às necessidades de um país permite aumentar a independência energética. Portugal, pelas suas caraterísticas, tem um potencial renovável em se destaca a energia solar e eólica.

Recorrer a estas fontes é um sinónimo de alavancagem da economia, quer pela criação de mais postos de trabalho, quer pelo desenvolvimento tecnológico nesta área, cada vez mais relevante na economia mundial.

Outra vantagem é permitir a utilização de recursos mais sustentáveis possibilitando, assim, maior convergência com as metas de descarbonização e eficiência energética a que o país ambiciona atingir, tal como os seus parceiros Europeus.

Até 2020

  • 20% de redução, pelo menos, das emissões de gases com efeito de estufa relativamente aos níveis de 1990;
  • 20 % da energia obtida a partir de fontes renováveis;
  • 20 % de melhoria da eficiência energética;

Até 2030

  • 40 % de redução das emissões de gases com efeito de estufa:
  • 27 % da energia da UE, pelo menos, obtida partir de fontes renováveis;
  • 27-30 % de aumento da eficiência energética;
  • 15 % de interligação elétrica (ou seja, 15 % da eletricidade produzida na UE pode ser transferida para outros países da UE);

Até 2050

  • 80-95 % de diminuição das emissões de gases com efeito de estufa relativamente aos níveis de 1990. O Roteiro para a Energia 2050 mostra como alcançar este objetivo.

PORTUGAL ENERGIA

Portugal Energia

A Energia à distância de um clique

A ADENE tem como missão o desenvolvimento de atividades de interesse público na área da energia, do uso eficiente da água e da eficiência energética na mobilidade. Tem assim, como principal objetivo o desenvolvimento de iniciativas em benefício de todos os consumidores de energia, como é o caso do Centro de Informação para a Energia, o Observatório de Energia e a Plataforma “Poupa Energia”, iniciativas que integram a medida “Portugal Energia”, que a ADENE coordenará.

O “Portugal Energia” é uma plataforma que:

  • Dá a conhecer ao público em geral, em particular aos cidadãos e a todos os consumidores de energia, uma visão integrada de todo o setor, contribuindo para a literacia energética da sociedade civil
  • Comunica com o consumidor de energia, para que este tenha acesso a informação sobre os mercados liberalizados de eletricidade e de gás natural e assim poder proceder de uma forma esclarecida à mudança de comercializador
  • Coloca à disposição do público em geral, dos decisores políticos e dos investigadores, um instrumento de avaliação de políticas, de divulgação de informação e de promoção do conhecimento científico, em parceria com instituições universitárias e de investigação, assegurando a transparência, o rigor e a informação atualizada dos temas do setor da energia

O Portugal Energia já está presente no portal do Cidadão, nos espaços do cidadão e Agências Regionais de Energia.

Poupa Energia

A escolha informada

A plataforma “Poupa Energia” – OLMC Operador Logístico de Mudança de Comercializador de Energia é uma plataforma digital dirigida ao consumidor de energia onde é facultado o acesso a informação disponível sobre ofertas de comercialização de eletricidade e de gás natural no mercado liberalizado, permitindo assim ao consumidor proceder de uma forma esclarecida á mudança de comercializador.

Visando servir um universo de 6.1 milhões de consumidores de eletricidade e 1.5 milhões de consumidores de gás natural, o portal Poupa Energia”  disponibiliza ainda informação relevante sobre eficiência energética na forma de dicas e artigos, possibilitando a pesquisa de perguntas frequentes e informação sobre a Tarifa Social.

Esta ferramenta pretende ajudar o consumidor, através de uma ou mais simulações, e verificar com maior exatidão o seu perfil de consumo determinando de uma forma rápida, esclarecida e transparente os tarifários e respetivos comercializadores mais adequados.

Em poupaenergia.pt para além dos consumidores domésticos também as pequenas e médias empresas abastecidas em BTN (Baixa Tensão Normal) podem escolher o tarifário que melhor se adequa à sua situação e proceder ao pedido de mudança de comercializador.

Visite poupaenergia.pt e saiba como mudar de comercializador em 6 passos

Unidade Operador Logístico de Mudança de Comercializador
(U-OLMC)

A ADENE – Agência para a Energia, é a entidade nacional incumbida do exercício da atividade de Operador Logístico de Mudança de Comercializador (OLMC), no âmbito do Sistema Elétrico Nacional (SEN) e do Sistema Nacional de Gás Natural (SNGN), através do decreto-lei nº 38/2017 de 31 de março.

No quadro e em execução do Decreto-Lei n.º 38/2017, de 31 de março, a Assembleia Geral da ADENE aprovou, a 17 de outubro, a criação da Unidade OLMC (“U-OLMC”), através de uma alteração estatutária, sendo a U-OLMC configurada como uma unidade interna da ADENE dotada de autonomia técnica e administrativa e com regime de separação contabilística, que prossegue em exclusivo as atribuições da ADENE no que respeita à operacionalização das mudanças de comercializador nos mercados de energia elétrica e gás natural e atividades associadas.

A U-OLMC é composta por dois órgãos: i) a Direção Executiva, à qual compete exercer todas as competências cometidas à ADENE enquanto entidade incumbida de exercer a atividade de OLMC e que atua com total independência relativamente aos associados da ADENE que integrem o Sistema Elétrico Nacional (SEN) e o Sistema Nacional de Gás Natural (SNGN); e ii) o Conselho Consultivo, órgão de consulta e de apoio à gestão estratégica da U-OLMC, ao qual compete acompanhar a atividade desta e formular as propostas, sugestões e recomendações à Direção Executiva que entenda convenientes, bem como emitir parecer sobre o plano de atividades e orçamento anual e sobre o relatório de atividades e contas anual e pronunciar-se sobre quaisquer outros assuntos que o Presidente da Direção Executiva da U-OLMC submeta ao seu parecer.

Composição: 

João Paulo Girbal
Paulo Tomás
Manuel Bóia

O Conselho Consultivo da U-OLMC é composto pelas principais entidades intervenientes no SEN e no SNGN – operadores de rede de distribuição e comercializadores –, assim como por um representante das associações de defesa do consumidor com representatividade genérica, em regime de rotatividade.

A Energia da Informação

Observatório da Energia

A plataforma “Observatório da Energia” é uma plataforma digital dirigida a um público mais especializado associado ao setor da Energia, como investigadores, agentes do setor, administração pública, empresas públicas e privadas, estudantes e docentes, mas também a decisores políticos, órgãos de comunicação social e público em geral.

Reconhecendo a importância da informação e do acesso à informação, em particular no setor da Energia, e da necessidade de colocar à disposição de todos uma plataforma que, numa lógica de transparência e rigor, agregue e disponibilize dados, estatísticas e indicadores energéticos e possibilite e promova a avaliação das políticas públicas, desenvolveu-se o portal do Observatório da Energia.

A plataforma do Observatório tem em vista a promoção de uma maior transparência, maior concorrência e maior disseminação do conhecimento para a área da energia, contribuindo em especial para uma maior literacia energética, e também para uma mudança de comportamentos e o uso eficiente dos recursos energéticos.

O Observatório da Energia tem dois grandes objetivos: tornar-se o ponto de acesso de referência à informação mais relevante sobre o setor da energia em Portugal e constituir-se como um fórum de pensamento e criação de conhecimento do setor da Energia com vista a decisões mais sustentadas.

Visite observatoriodaenergia.pt e saiba mais sobre energia.

Medidas PPEC 2017-2018

A ADENE – Agência para a Energia, está a implementar três medidas de promoção da eficiência no consumo de energia elétrica ao abrigo do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC 2017-2018), promovido pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Tratam-se de projetos que se enquadram na tipologia de medidas intangíveis, com vista à adoção de hábitos de consumo mais eficientes, destinadas a três públicos-alvo distintos:

Gestor de Energia Elétrica na Indústria (ADENE_I1)

A medida “Gestor de Energia Elétrica na Indústria (ADENE_I1)”, destina-se a Técnicos do Setor Industrial e pretende reforçar a capacidade empresarial para uma atuação eficaz na identificação de oportunidades de otimização da eficiência energética da empresa e respetivos custos de exploração, através da capacitação, em formato b-learning, dos seus quadros técnicos.

Saiba mais

Ligar – Eficiência Energética para Todos! (ADENE_I2)

Ligar – Eficiência Energética para Todos! (ADENE_I2)” é o mote para consciencializar os consumidores economicamente mais vulneráveis para a importância da eficiência energética. Dotar estas pessoas com a informação para tomar decisões que se reflitam na redução da sua fatura energética, será o objetivo.

Saiba mais

- é + A Tua Equação da Energia! II (ADENE_I3)

O que é a Eficiência Energética? Quais são os comportamentos que devo ter para poupar energia? “-é+ A Tua Equação da Energia! II (ADENE_I3)” irá responder a estas e outras perguntas, em particular por parte dos jovens estudantes e pela Comunidade Escolar.

Através de uma forma lúdica, mas responsável, esta medida procurará desenvolver, não só conhecimentos sobre eficiência energética, mas também espírito cívico e competências transversais dos jovens estudantes.

Saiba mais

PPEC 2017-2018

O Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) apoia financeiramente medidas que visam melhorar a eficiência no consumo de energia elétrica, através de ações empreendidas por promotores elegíveis. Na sua 6ª edição (PPEC 2017-2018) foram aprovadas 75 medidas de 33 promotores. Na página da ERSE encontra informação sobre todas as medidas em implementação.

Close Menu