Economia Circular

Enquanto sociedade, durante muitos e longos anos, estivemos imbuídos do conceito de utilização e fim de vida de um produto. Usar e deitar fora. O descartável. Até ao momento em que fomos confrontados com a certeza de que os recursos naturais são limitados. Que se podem acabar.

Passamos a viver a crédito no planeta Terra, pois consumimos para lá da capacidade de regeneração dos ecossistemas.

Com esse alerta, surge uma das soluções. A economia circular. A redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais, água e energia, em fluxos circulares.

A economia circular possibilita que o ciclo dos produtos seja alargado. Visa a minimização da afetação dos recursos naturais e redução do desperdício ou dos resíduos ao mínimo.

Os materiais e outros recursos são mantidos dentro da economia sempre que possível, podendo ser utilizados uma e outra vez, o que permite assim criar mais valor.

Vivemos uma mudança de paradigma, da economia linear caminhamos para uma economia circular.

A economia circular pode ser posta em prática por todos nós através dos seus 10 Rs e que aos serem aplicados fazem a diferença.

Recusar

Recuse mais. Assim usaremos menos recursos naturais e haverá menos desperdício e menos poluição.

Repensar

Tem de ir tão longe ou pode ir para mais perto? Dá para ir a pé...? Dá para ir de transporte públicos? Dá para partilhar a viatura?
Repensar é fundamental - fazer escolhas mais racionais, mais eficientes, mais inteligentes.

Reduzir

Consuma menos. Utilize de forma eficiente os recursos – água, energia e materiais- e compre somente aquilo que realmente necessita.

Reutilizar

Utilize bens que já passaram por outras mãos. Faça circular os objetos que possam continuar a servir o propósito para o qual foram criados.

Reparar

Recupere objetos. Mantê-los dentro do circuito diminui a acumulação de detritos e evita a aquisição de novos materiais.

Recondicionar

Restaure e atualize. Evite o recurso a novos produtos, impelindo os mercados a maior sustentabilidade.

Remanufaturar

Otimize o ciclo de vida do produto. O setor industrial e os processos produtivos são o início da cadeia da circularidade dos produtos e sua viabilidade.

Redirecionar
Realocar

A partir de materiais de um produto obsoleto, faça um novo. Dê uma nova vida aos componentes e reduza a utilização de recursos.

Reciclar

Recicle- Separe os seus resíduos e conduza-os a reciclagem.

Recuperar

Aproveite os biorresíduos. Podem ser recuperados para produzir energia ou produção de composto para enriquecimento dos solos.

Classificação em Economia Circular

Maior eficiência da utilização dos recursos naturais. É possível. Possível e indispensável.

A ADENE, enquanto Agência para a Energia, não podia ficar indiferente e quis impulsionar este conceito. Nesse sentido está a desenvolver um sistema de classificação em economia circular. Um motor para que as organizações dinamizem ações e obtenham resultados práticos e evolutivos ao nível da preservação ambiental.

Esta classificação dispõe de um modelo abrangente que procuramos que seja aplicável a múltiplos setores da sociedade. Permitirá uma avaliação do desempenho da circularidade das empresas e outras entidades, por auditores, e a emissão de um certificado com a respetiva classificação de F (a pior) a A+ (a melhor).

Em breve irá saber mais sobre a classificação em economia circular da ADENE. Estamos em testes da fase piloto com o intuito de averiguarmos a aplicabilidade e versatilidade do modelo.

Quer participar?

Os dados pessoais solicitados (nome e email) que são recolhidos neste formulário têm como finalidade a identificação de intenções de participação voluntária de organizações e de técnicos auditores no processo de Classificação em Economia Circular da ADENE, e serão mantidos pela ADENE enquanto ocorrer esta actividade.

Mais se garante que os dados apenas serão acedidos por elementos da ADENE que de tal necessitem para o exercício das tarefas associadas à finalidade enunciada no parágrafo anterior.

A ADENE assegura o exercício dos direitos dos titulares dos dados, nomeadamente…

  • a obtenção de informação relativa ao tratamento dos seus dados pessoais;
  • o acesso, a atualização, a retificação ou eliminação dos dados pessoais pelo respetivo titular;
  • a oposição e/ou limitação ao tratamento e a revogação do consentimento, portabilidade.

 

Para tal, basta que envie um e-mail para privacidade@adene.pt.

Para mais informações consulte a Política de Privacidade da Adene em https://www.adene.pt/privacidade/.