International Energy Agency lança roteiro mundial para a neutralidade carbónica do sistema energético

A International Energy Agency (IEA) lançou o documento “Net Zero by 2050: A Roadmap for the Global Energy Sector”, o primeiro roteiro mundial de energia que traça um roteiro global para a Neutralidade Carbónica em 2050.

O relatório apresenta como fatores chave para o objetivo de carbono zero, a eficiência energética, as energias renováveis, a inovação tecnológica e as mudanças comportamentais da população. É destacado que as ações governamentais para impulsionar rapidamente a energia limpa e reduzir o uso de combustíveis fósseis podem criar milhões de empregos, aumentar o crescimento económico e permitir o alcance da descarbonização da sociedade.

“O mundo tem um caminho viável para construir um setor de energia global com emissões líquidas zero em 2050, mas é exigente e requer uma transformação sem precedentes de como a energia é produzida, transportada e usada globalmente”, é referido pela Agência Internacional de Energia no roteiro.

As promessas climáticas dos governos até o momento – mesmo se totalmente cumpridas – ficariam muito aquém do que é necessário para trazer as emissões globais de dióxido de carbono (CO2) relacionadas à energia para zero até 2050 e para dar ao mundo hipótese igualitárias de limitar o aumento da temperatura global a 1,5 ° C, de acordo com o novo relatório.

Este é primeiro estudo global que aborda o tema da transição para um sistema energético de emissões líquidas zero até 2050, garantindo o fornecimento de energia estáveis ​​e acessíveis e proporcionando um acesso universal à energia e um crescimento económico robusto. Estabelece um caminho economicamente produtivo, resultando numa economia de energia limpa, dinâmica e resiliente dominada por fontes renováveis ​​tais como a solar ou a eólica, em vez de combustíveis fósseis. O relatório também examina as principais incógnitas, tais como os papéis da bioenergia, a captura de carbono e mudanças comportamentais para atingir a neutralidade carbónica.

“O nosso roteiro mostra as ações prioritárias que são necessárias hoje em dia para garantir que a oportunidade zero emissões líquidas de carbono – exigente mas ainda viável – não seja perdida. A escala e a velocidade dos esforços exigidos por este objetivo crítico e formidável tornam este talvez o maior desafio que a humanidade já enfrentou ”, disse Fatih Birol, o Diretor Executivo da IEA, que afirmou ainda que a transição para uma energia limpa é “sobre pessoas e para pessoas.”

O relatório completo está disponível gratuitamente no site da IEA , juntamente com um interativo de infográficos que destaca alguns dos principais marcos no caminho que devem ser alcançados nas próximas três décadas para atingir as zero emissões líquidas até 2050.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email