O Fundo Ambiental lançou o “Programa de Apoio a Edifícios mais Sustentáveis” para apoiar com 4,5 milhões de euros soluções para a reabilitação dos edifícios residenciais com o objetivo de melhorar o seu desempenho energético e hídrico.

A iniciativa visa tornar os edifícios mais sustentáveis, gerando benefícios para o cidadão que abrangem fatores ambientais, sociais e económicos e deverá ser implementada no decorrer de 2020, com continuidade em 2021.

Focado na melhoria da eficiência energética e na descarbonização dos edifícios, o programa valorizará as intervenções de renovação dos edifícios, algumas das quais envolvendo iniciativas da ADENE dentro destas áreas de atuação. O aviso utiliza a classificação energética de janelas CLASSE+ (www.classemais.pt) como referência para o desempenho mínimo das janelas a instalar e o Portal CASA+ (www.portalcasamais.pt) como one-stop-shop para a eficiência energética agilizador do pedido de orçamentos às empresas.

As tipologias de projetos a serem incentivadas são diversas, desde a instalação de janelas eficientes de classe A+ até intervenções que visem a melhoria da eficiência hídrica do imóvel. A taxa de comparticipação é de 70% a fundo perdido, para investimentos que podem ir até 7500€ por moradia ou apartamento.

O apoio enquadra-se no âmbito da iniciativa do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), que integra um conjunto de medidas para a dinamização económica criadas como forma de minimizar o impacto económico decorrente da Pandemia COVID-19.

As datas para apresentação das candidaturas ao Incentivo decorrem desde o dia 7 de setembro de 2020 até dia 31 de dezembro de 2021 ou até esgotar a dotação prevista.

Todos os detalhes sobre o “Programa de Apoio a Edifícios mais Sustentáveis” podem ser consultados no site do Fundo Ambiental ou através do e-mail edifícios@fundoambiental.pt.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email