Mobilidade elétrica na europa abordada em workshop de projeto EMOBICITY

A mobilidade elétrica apresenta-se como uma das soluções para uma mobilidade mais sustentável e está em linha com o definido nas políticas de apoio à transição para uma economia de baixo carbono. É neste contexto que se insere o projeto Interreg Europe EMOBICITY que tem por objetivo a melhoria das políticas de mobilidade elétrica em meio urbano, que conta com a participação da ADENE.

O rótulo para a Economia Circular

A atividade da ADENE no âmbito da economia circular iniciou-se em 2017, numa parceria com o ISA – Instituto Superior de Agronomia para a concretização do projeto CERTAGRIum projeto que permitiu definir os requisitos necessários para a conceção de um sistema integrado de Rotulagem da Eficiência Hídrica e Energética dos setores produtivos nacionais, apoiado pelo Fundo Ambiental. Estabeleceram-se assim as bases para o desenvolvimento de metodologias de avaliação e classificação de práticas de gestão das empresas orientadas à transição para uma economia circular, procurando aumentar a eficiência energética, hídrica e de circularidade em toda a cadeia de valor.

EMB3Rs – Promoção das melhores práticas na gestão de energia e circularidade de recursos na indústria

A ADENE, em conjunto com 15 instituições europeias, é parceira do projeto EMB3Rs – User-Driven Energy-Matching & Business Prospection Tool for Industrial Excess Heat / Cold Reduction, Recovery and Redistribution, que dinamiza simbioses industriais de aproveitamento de energia térmica. Liderado pelo INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial, este projeto tem como principal objetivo o desenvolvimento de uma plataforma de simulação de cenários de recuperação e reutilização do excesso de calor e frio industrial.

ADENE participa em mesa redonda sobre sensibilização dos consumidores para a eficiência energética

O projeto ECO2 – Energy Conscious Consumers realizou, esta segunda-feira, a mesa redonda “Que medidas podem promover a mudança de comportamentos para uma melhor eficiência energética dos consumidores?” para a qual convidou a ADENE a dar o seu contributo. Este projeto tem como intuito promover uma maior capacitação dos cidadãos para um consumo de energia mais eficiente e sustentável e a sessão teve como objetivo debater as políticas e medidas de promoção da eficiência energética existentes em Portugal e se as mesmas estão a ser eficazes na promoção de mudanças de comportamentos e atitudes por parte dos consumidores.

CA EPBD – Ação Concertada para a Diretiva de Desempenho Energético dos Edifícios

A Ação Concertada para a Diretiva de Desempenho Energético dos Edifícios (CA EPBD V) é um fórum de discussão entre todos os Estados Membros da União Europeia, incluindo a Noruega, onde do lado de Portugal participam a Direção Geral de Energia e Geologia e a ADENE, esta última como responsável desde 2018 pelo Core Team em Certificação e Formação (CT5).

Eficiência energética nos edifícios

Na sequência do Protocolo de Quioto e da necessidade de redução das emissões de CO2 associadas aos consumos energéticos dos edifícios na União Europeia, a transposição da diretiva europeia para a legislação portuguesa, em 2006, tornou imperativa a implementação de requisitos mínimos aplicáveis na construção de edifícios novos ou nas obras de reabilitação em edifícios sujeitos a grande intervenção.