No passado dia 26 de fevereiro foi realizada a Sessão de Apresentação de Resultados do Projeto CERTAGRI -Rotulagem de Eficiência Hídrica e Energética dos Setores Produtivos Nacionais para uma Economia Circular, resultante de uma parceria entre a ADENE- Agência para a Energia e o ISA- Instituto Superior de Agronomia, com Apoio do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e Transição Energética e o envolvimento de 26 stakeholders institucionais e setoriais.

Este projeto visa contribuir ativamente para a promoção da economia circular no setor agroalimentar. A primeira fase focou-se em alimentos como o arroz, a batata e o milho, pretendendo agora alargar-se este sistema de rotulagem a mais produtos dentro do setor agroalimentar e, futuramente, a outros setores de atividade económica.

Se tivermos em conta diversos fatores como o contexto de escassez de recursos, as alterações climáticas, o facto da agricultura ser responsável por 25% do consumo de água a nível europeu, na qual uma grande percentagem é desperdiçada, as indústrias alimentares representarem cerca de 11% do consumo total de energia das empresas SGCIE, ou que 20% da comida produzida é desperdiçada ao longo da cadeia de valor, estão reunidas condições que mostram a relevância deste projeto.

O projeto CERTAGRI é, assim, um contributo para a promoção da economia circular no setor agroalimentar, aliando a sustentabilidade à diferenciação, através de um rótulo, sendo útil para o consumidor (escolha consciente) e para as empresas (mais eficiência).

Após a primeira fase, importa continuar a dar mais passos no sentido de consolidar o trabalho desenvolvido até ao momento, tendo em conta os dados resultantes da aplicação das metodologias a mais empresas nos setores estudados (arroz, batata frita e milho). Só assim será possível alargar e adaptar esta metodologia a outros setores da economia nacional.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email