ADENE

ADENE recebe delegação da província japonesa de Aichi

A ADENE recebeu, a 4 de julho, uma delegação de Aichi, no Japão, chefiada pelo seu Governador, Hideaki Ohmura. Esta visita aconteceu no seguimento da abordagem realizada pela AICEP, enquanto coordenadora e anfitriã da missão, após a Prefeitura de Aichi ter identificado a Agência para a Energia como uma das entidades portuguesas de interesse com vista ao desenvolvimento de oportunidades de cooperação entre os dois países.

A reunião contou também com a presença de Fernando Quintas, Gestor de Clientes e Mariana Peça, Gestora de Mercados da AICEP e de um representante da embaixada do Japão em Portugal.

O Governador Hideaki Ohmura destacou o trabalho que tem sido realizado em Aichi para aumentar a produção de energia renovável, nomeadamente através do hidrogénio e offshore wind, com vista à diminuição da utilização do carvão na produção de energia. Referiu ainda o facto curioso da província de Aichi ser o local do Japão com a maior comunidade de imigrantes provenientes do Brasil, logo falantes nativos de língua portuguesa.

O papel de Aichi como a capital industrial do Japão e como têm trabalhado para tornar o setor mais eficiente foi igualmente mencionado neste encontro, no qual a delegação demonstrou especial interesse na eficiência energética dos edifícios, sendo este tema particularmente pertinente num país em que se verifica a construção de edifícios de uma grande escala, devendo o foco ser a sua eficiência energética. Neste contexto, foi ainda mencionada a existência no Japão de legislação que obriga as novas construções a serem NZEB, sendo que o actual desafio é o de descarbonizar as construções mais antigas.

Ao conhecer mais sobre a ADENE e as suas áreas de atuação, a delegação de Aichi congratulou a Agência para a Energia destacando o seu papel nas áreas da formação, capacitação e promoção da literacia energética através da Academia ADENE, da Rota da Energia e da Escola de Verão.

Bruno Veloso, Vice-presidente da ADENE, que recebeu a delegação explicou que “enquanto Agência para a Energia, a ADENE já é um exemplo nacional e internacional e ambiciona também afirmar-se como referência na área da sustentabilidade” e demonstrou que “estamos disponíveis para cooperar e trocar know-how com Aichi na área da eficiência energética dos edifícios enquanto Portugal pode aprender com a vossa vasta experiência e concretizações na transição energética do setor industrial”.

Aichi é a província japonesa líder em produção industrial e exportações e tem o 2.º maior PIB (e PIB per capita) provincial, a seguir a Tóquio. Em termos de atividade económica, Aichi caracteriza-se como o centro dos setores automóvel, aeroespacial e robótica do Japão.  Encontram-se aqui as sedes das mais importantes multinacionais japonesas com destaque para a Toyota e a Denso Corporation, empresa de componentes automóveis com atividade produtiva em Portugal.