B-WaterSmart: tornar os edificios mais resilientes às alterações climáticas.

 

O Projeto B-WaterSmart é um projeto financiado pelo programa H2020 que teve início em setembro de 2019 e irá terminar em agosto de 2024, sendo coordenado pelo IWW e conta com a participação de 36 entidades, entre as quais a ADENE. Este projeto tem o objetivo de estudar a implementação de soluções inovadoras na gestão de água em cidades costeiras.  Os principais eixos de atuação são: A redução das necessidades hídricas, em particular das necessidades de água potável; melhorar as soluções de recuperação e reutilização de recursos hídricos; e aumentar a eficiência na utilização de recursos hídricos.  

Além da ADENE, o projeto B-WaterSmart conta com a participação das seguintes entidades portuguesas: Câmara Municipal de Lisboa; LNEC; Lisboa e-Nova; Águas do Tejo Atlântico; Baseform; e Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, que constituem o Laboratório Vivo de Lisboa B-WaterSmart. Existem, também, mais cinco Laboratórios Vivos, noutros países europeus, são eles: Alicante (SP); Flandres (BE); East Frisia (GE); Veneza (IT) e Bodo (NO). Cada Laboratório Vivo tem objetivos distintos, tendo o de Lisboa os seguintes objetivos: elaborar um protocolo para a utilização, em Lisboa, de água reciclada, para a rega de espaços verdes; promoção do Observatório da Água; elaborar um balanço água, energia e nutrientes das águas subterrâneas, para Lisboa; elaborar planos de gestão de risco para a utilização de água reciclada; elaboração de um modelo de qualidade de água, ao longo da distribuição da água reciclada, em Lisboa; e o desenvolvimento dos certificados de Adaptação Climática (Climate-Ready), para o edificado. 

O papel da ADENE no projeto centra-se no desenvolvimento dos certificados voluntários Climate-Ready, na identificação de modelos de financiamento aplicáveis a soluções de eficiência hídrica e na melhoria de desempenho do Nexus Água-Energia.  

O Certificado Climate-Ready, ainda em fase de desenvolvimento pela ADENE, reúne num único certificado a avaliação de desempenho Hídrico, Energético (apenas usos da água) e de Adaptação Climática de um imóvel. Este certificado pode ser aplicado nas diferentes fases de vida de um imóvel, na fase de projeto, nova construção e de utilização do imóvel. Pode ser aplicado a frações individuais, a edifícios (prédios e moradias) e a quarteirões (conjunto de edifícios com equipamentos de uso comum, por exemplo jardins).  

Neste momento a ADENE já desenvolveu a metodologia que suporta o certificado Climate-Ready, estando agora a testá-la em vários pilotos, com diferentes tipologias. Estes testes servem para corrigirmos eventuais processos de avaliação e para calibrarmos o cálculo de classificação final do certificado (de F a A+). O Certificado Climate-Ready desenvolveu-se a partir do Índice voluntário de Água Eficiente, AQUA+ ® da ADENE, já disponível para avaliação da eficiência hídrica, expandindo-o de forma a incluir a avaliação de desempenho do Nexus Água-Energia e a avaliação da adaptação climática.